Sobre o Blog

Examinando Pixels é a versão em português do blog Perusing Pixels, um diário fotográfico da jornada da jogadora Twin Pistols através da série de jogos Tomb Raider. Use os links à direita para encontrar um jogo ou fase em particular, ou veja abaixo o último post.

Siga @PerusingPixels no Twitter e/ou curta a página do Facebook para atualizações do blog original e outras coisas relacionadas a Tomb Raider.

Saturday, January 14, 2012

Sanctuary of the Scion

Você se lembra da multidão de múmias em Obelisk of Khamoon? A fase Sanctuary of the Scion pega este número e o eleva em quinze mil vezes; só que, ao invés de gatos-múmia, nós agora temos três variedades mais mortais e aterrorizantes de Atlantes.



O começo da fase lhe dá a oportunidade de dizer um carinhoso adeus a toda folhagem que apareceu nas fases anteriores. Nós não veremos mais nada disso.



Você mal terminou de acenar para as palmeiras, quando estas duas.... coisas... Atlantes pulam em cima de você. Eu tirei várias fotos de Wingus e Dingus aqui, mas esta daqui é, de longe, a que mais induz pesadelos (N.T.: “Wingus e Dingus” são termos usados pela personagem Leela, da animação Futurama, para se referir aos personagens Fry e Bender, no episódio da segunda temporada “Espécime em Extinção”. Na versão dublada, estes nomes foram substituídos por “esses idiotas aqui”).



Eu espero mesmo que você goste de escaladas, porque uns bons 60% desta fase envolvem isso.



O Santuário é também o lar do papai de todas as Esfinges.



Lembra como eu costumava reclamar dos morcegos, lá atrás no Peru? É, agora eu sinto falta deles.



Depois que o morcego gigante Atlante tinha tomado uns bons tiros das minhas Magnuns, ele mergulhou sobre a Esfinge, e fez algo de aspecto perverso atrás da cabeça dela.



Easter Egg: comer os restos mortais de um Atlante faz Lara ficar com 15 metros de altura.



Ai, eu me racho de rir. Aquela foi, na verdade, uma foto com uma perspectiva forçada, tirada da saliência invisível do Santuário (que possui um par de Uzis, a melhor arma do jogo). Mesmo assim, eu aposto que poderia ter começado uma lenda urbana com aquela screenshot. Alguém mais caiu naquela história de um easter egg que permitia “transformar a Lara em um dragão”, em Tomb Raider II? 



O centauro está de volta, e ele parece tão feliz em ver Lara quanto ela está feliz em vê-lo, se formos nos basear naqueles ombros exageradamente caídos.



Lara finge ser um avião.



A chave ‘Saphire’ sofre um reboot nessa fase. Isto dá a deixa para debates a respeito da mudança de nome ser uma direção totalmente nova para a chave, ou um desrespeito ao esplendor da chave original.



Sala de estátuas subaquáticas! SALA DE ESTÁTUAS SUBAQUÁTICAS!!! :D
Ela nunca deixa de animar o meu dia.



Eu afoguei Lara acidentalmente, e ela passou os últimos segundos de sua vida praticando algum tipo de série de kickboxing subaquático. Ela pode estar prestes a morrer, mas ai se ela vai deixar um cadáver que pareça estar em más condições físicas.



Eu tenho vergonha de dizer que tive que olhar um detonado (o de Stella, é claro!), pela primeira vez desde que começei a jogar, para achar esta alavanca. Para ser justa, ela é praticamente da mesma cor que a parede.



Uma coisa estranha acontece quanto a câmera vai debaixo d’água, para te mostrar algo acontecendo. Quando ela volta, a tela fica com uma coloração subaquática por mais uns segundos, até ficar com a tonalidade certa novamente. É como se fosse o equivalente visual de esperar os seus ouvidos destaparem, após nadar. Eu prefiro acreditar que isto foi uma escolha de estilo, não um bug.



Lembra como eu disse que 60% da fase envolvia escaladas? Os outros 40% envolviam vagar por esse maldito corredor.



Um trio de Atlantes está aqui para te cumprimentar, no final do corredor de 5 km, fazendo os joelhos de Lara enfraquecerem. 



Larson voltou! Ele te fala que está com “uma dor no cérebro” por sua causa (isso se chama dor de cabeça, Larson), e que decidiu “te mandar para o inferno”.



Agora, é assim que você mata Larson. Não há necessidade alguma de encarar dramaticamente suas mãos, em desalento, e agir como se você nunca tivesse atirado em um homem antes. É só enfiar umas dúzias de balas no corpo dele e continuar em seu feliz caminho.



Era isto que Larson estava guardando; a última peça do Scion. Pelo nome da fase, você provavelmente deveria ter adivinhado isso. 



Fim! Eu provavelmente deveria admitir que, na verdade, eu carreguei um save-game, e poupei a vida de Larson, mas isto foi apenas para acalmar a fã de Larson de 13 anos de idade, dentro de mim.

1 comment:

  1. Ótimo(só pra variar), não vejo a hora de ler logo outro.

    ReplyDelete