Sobre o Blog

Examinando Pixels é a versão em português do blog Perusing Pixels, um diário fotográfico da jornada da jogadora Twin Pistols através da série de jogos Tomb Raider. Use os links à direita para encontrar um jogo ou fase em particular, ou veja abaixo o último post.

Siga @PerusingPixels no Twitter e/ou curta a página do Facebook para atualizações do blog original e outras coisas relacionadas a Tomb Raider.

Wednesday, February 1, 2012

The Great Wall

The Great Wall certamente não é uma primeira fase tranquilinha. Não há caminho suave algum aqui. Lara não está na fase há nem cinco minutos, antes de estar sendo atirada em fossos de tigres, perseguida por rochedos, e esmagada entre paredes de espinhos. E, se você ousar vaguear fora do caminho usual, você pode esperar ser confrontado por algo que é geralmente reservado, pelo menos, para a terceira fase em um Tomb Raider.

Então, Lara decidiu dar uma checada na lendária Adaga de Xian, um artefato chinês, que transforma qualquer um imprudente o suficiente para cravá-lo em seu peito, em um dragão. Ela começa sua jornada (onde mais) na China, em torno de uma seção da Grande Muralha.



O começo da fase. Sim, eu sei que está escuro, mas não se preocupe, fica melhor.



Veja! O céu! E também, a carona de Lara até a China, que, evidentemente, não pode se dar ao trabalho de ficar por aqui.



Viu? Esta é a primeira área do jogo, e já há um tigre pulando na cabeça dela.



Os segredos em Tomb Raider II consistem de pequenas estatuetas de dragão, em várias cores. Coletar todos os dragões em uma fase irá te recompensar com armamento e outros equipamentos. Eu vou tentar o meu máximo para pegar todos os segredos neste jogo, mas não serei minuciosa em relação a isso; não há fases secretas para serem destravadas ainda!



Todos aqueles gráficos atualizados extravagantes, e ainda nenhuma chave presente para a animação de abertura de fechaduras. Basicamente, Lara pega a chave, Lara acena para o buraco da fechadura, a porta se abre, a chave desaparece da mochila de Lara. Faz mais sentido se você acreditar que Lara tem articulações dos dedos mágicas, que obtêm sua energia ao comer metal.



Esta é a melhor imagem que eu consegui obter das enormes aranhas sanguinárias, que explodem quando morrem. A princípio, eu pensava que explodir era uma reação estúpida, ao ser baleado, mas na verdade, eu imagino que é isso que aconteceria se você fizesse o mesmo com uma aranha de verdade. *Dá uma checada no YouTube*... Uhum.



Ah, os fossos de espinhos estão de volta. Citando Karen, em seu post da fase Tomb of Qualopec, no site The Otakusphere (e, se você ainda não fez isso, dê uma olhada na análise dela de Tomb Raider 1; é bastante divertida, e, provavelmente, muito mais introspectiva que a minha): “Humm, porque eles estão ensanguentados? Eles são mesmo usados tanto assim? Se outras pessoas foram empaladas nestas coisas, porque não há corpos?”



Não um, mas dois rochedos perseguem Lara em um corredor. Eu preciso te lembrar de que nós estamos na primeira fase?! Eu me lembro de um rochedo na primeira fase de Legend; Zip te avisa cerca de dez minutos antes, e há um conveniente ponto de passagem, onde você pode observá-lo rolando feliz em seu caminho. Não tive esta sorte em 1997.



Fossos de espinhos verticais móveis! Ou paredes de espinhos, que, provavelmente, é um termo mais atraente.



Eu poderia usar a tirolesa e deslizar sobre este abismo enorme e escuro, mas que tipo de saqueadora de tumbas eu seria se fizesse isto? Embora, tecnicamente, nós não estejamos em uma tumba...



Eu realmente me arrependi por não ter acendido um flare antes de descer esta escada.



O chão do abismo está lotado de esqueletos, o que raramente é um bom sinal.



Isso mesmo; nós conseguimos perturbar o T-Rex, que estava se recuperando na China, com sua esposa, após os eventos de Tomb Raider 1.



Dinossauros extintos novamente, Lara progride até esta porta extravagante, que apareceu no FMV de abertura.



Antes de poder decifrar como abrir a porta, Lara é atacada por um alcoólatra italiano, que então prossegue, e lhe oferece uma bebida (ela recusa (sabiamente)). Ele se certifica que ela não é um monge, diz a ela que as portas só podem ser abertas por uma pessoa (Marco Bartoli), e então alegremente se mata.



Parece que Bartoli investe tanto capital em seu vil empreendimento quanto Natla. Nada de sistemas operacionais com interface gráfica para os capangas dele; é linha de comando o tempo inteiro.



Agora, eu verifiquei com o meu marido, que possui uma graduação em ciência da computação, e ele disse que você não consegue carregar uma imagem usando linha de comando em DOS, então devem ser as articulações mágicas de Lara trabalhando novamente. Eu também só descobri agora o que ela diz nesse momento: é “Ahá! Gianni Bartoli [pai de Marco]. Via Caravelli, Veneza [uma rua em Veneza].” Originalmente, eu pensava que ela só estava dizendo “Veneza” de uma forma muito elaborada.



E este é o final da fase. É meio irritante eles não te falarem quantos segredos havia no total, mas tudo bem.

A próxima fase é Venice, também conhecida como a melhor fase do universo. Empolgada? Pode apostar que sim.

1 comment:

  1. ''A próxima fase é Venice, também conhecida como a melhor fase do universo. Excitada? Pode apostar que sim.''

    Preciso dizer mais?

    ReplyDelete