Sobre o Blog

Examinando Pixels é a versão em português do blog Perusing Pixels, um diário fotográfico da jornada da jogadora Twin Pistols através da série de jogos Tomb Raider. Use os links à direita para encontrar um jogo ou fase em particular, ou veja abaixo o último post.

Siga @PerusingPixels no Twitter e/ou curta a página do Facebook para atualizações do blog original e outras coisas relacionadas a Tomb Raider.

Sunday, April 22, 2012

Home Sweet Home

Certo, agora nós estamos mesmo no fim. Ou, para ser mais específica, no epílogo. A Core Design, em um golpe digno de mestre, decidiu retornar à coisa incrível que é a humilde morada de Lara, jogar umas armas no meio, alguns alvos móveis, ligar o “modo noturno” e deixar a diversão começar. É a maneira perfeita de relaxar após o clímax do jogo; é como o equivalente em videogames de beber chá e depois comer After Eight Mints (N.T.: After Eight Mints são chocolates pretos revestidos com menta, produzidos pela Nestlé).

Após passar as últimas semanas pilhando navios, desfigurando templos e garantindo seu lugar na lista dos Mais Procurados de Veneza, Lara finalmente obteve a Adaga de Xian, e retornou para casa, para relaxar perto do fogo crepitante e examinar o seu prêmio.

Porém, os capangas remanescentes do falecido Marco Bartoli estão bastante chateados com o modo que as coisas terminaram, e se dirigiram até a casa de Lara para buscar sua vingança e recuperar a adaga. Com a ajuda de somente uma espingarda e alguns milhares de cartuchos, Lara deve proteger a si mesma e a sua casa da devastação.



O fogo crepitante mencionado acima. Ou, uma alternativa é que Lara tenha tanto ouro em excesso que decidiu botar fogo em um pouco dele. Não é de se admirar que a pessoas odeiem as classes altas decadentes.



Dá só uma olhada no tamanho da cama, em comparação com a Lara. Eu fico surpresa que ela tenha conseguido subir nela sem uma escadinha.



Enquanto Lara admira seu novo brinquedo, os membros da Fiamma Nera conseguiram invadir os portões da frente da casa dela, e estacionaram suas vans desordenadamente no caminho que leva à entrada.



Lara se desloca rapidamente até o enorme armário ao lado de sua cama, no qual repousa uma espingarda solitária e um montão de munições.



Na única vez que Lara provavelmente faria um bom uso de uma xícara de chá, aquele mordomo trêmulo e empoeirado não está em nenhum lugar à vista.



Na metade da fase, eu percebi que estava desperdiçando a oportunidade de ouvir uma das melhores músicas já gravadas ao mesmo tempo em que atirava em alguns caras malvados (“pros diabos!”).



Essa van tem algo de muito fofo. Eu acho que são as rodinhas cômicas. É como aquela foca obesa da internet, com o balde azul.



Após uma conveniente quantidade de tempo e pessoas passar, o homem que eu gosto de chamar de “Sr. Espingardas Gêmeas” entra em cena – um nome que, no meio da batalha, eu percebi ser meio impróprio, vendo que na verdade ele é apenas uma versão um pouquinho menos feia do Cara do Revólver Gigante.



Com sua casa novamente livre de assassinos, Lara decide tomar uma ducha. Em algum lugar em 1997, os corações de milhões de adolescentes tarados disparam. 



“Você não acha que já viu o suficiente?” Lara repreende, desapontando muitos fãs do erotismo de pixels e me provendo com uma linha de assinatura padrão pelos próximos 15 anos. Então ela pega sua espingarda e manda a câmera pelos ares.



E este é o fim de Tomb Raider II. E dá uma olhada, o jogo nos dá as nossas estatísticas finais! Usando uma calculadora e uma vaga memória da matemática do ensino secundário, eu calculei que aproximadamente 80% dos meus tiros foram precisos, e que o meu tempo médio foi de 56 minutos e 28 segundos. Que tal estes fatos divertidos? 

Eu postarei a minha recapitulação de Tomb Raider II em algum momento no futuro próximo, e então eu irei progredir para Tomb Raider II: The Golden Mask. Te vejo em breve! :D

Friday, April 6, 2012

The Dragon’s Lair

Então, tudo se resume a isto; The Dragon’s Lair. O estágio final na busca de Lara pela Adaga de Xian, uma busca que a levou a China, Veneza, Tibete e até mesmo aos cantos mais escuros do leito oceânico.

E agora, tudo que ela tem a fazer é matar um dragão e arrancar a adaga de seu coração ainda pulsante. Deve ser bastante simples.

O final em si é bastante curto. Basicamente, se trata de uma sequência de três salas, em vários tamanhos, cada uma contendo um tipo diferente de inimigo para você repelir. Não existe muito espaço para aquelas acrobacias extravagantes das quais Lara dependeu em fases recentes, mas existe bastante oportunidade para você aumentar sua munição e matar alguns caras malvados.



O começo da fase; é um alívio ver que, ao contrário da última vez, nós não somos jogados imediatamente no meio da luta com o enorme e malvado chefão.



Eu não tenho nada a dizer sobre esta imagem, a não ser que a achei bem incrível.



Após lutar em seu caminho pela primeira sala (lanceiros), Lara se vê em uma área mal iluminada, encarando a possibilidade de uma morte dolorosa ao... hã... franzirem para ela? Sério, esta é a postura de um homem que simplesmente desistiu de tentar impedi-la.



A primeira coisa que eu pensei, quando vi este item, foi que um dos cultistas tivesse botado um ovo. Eu preciso parar de jogar Minecraft.



Eu não ficaria muito complacente; o dragão atrás desta porta certamente não é tão amigável quanto o dragão gravado nela.



Lara encontra Marco Bartoli deitado em uma plataforma, e comemora com um moinho de vento.



Irritado por ter sido gongado na pista de dança (e por ter uma lâmina encantada enfiada em seu velho coração), Marco se transforma em um dragão e começa a tentar cozinhar e/ou comer Lara. 



Foi preciso milhares de cartuchos das Uzis antes de eu finalmente desistir e usar o método fácil e sorrateiro do detonado da Stella. Ei, não é um cheat, se Lara não teve que acender um flare e dançar um pouquinho.



Finalmente! A Adaga de Xian é nossa. E dá uma olhada, tem uma adaga extra ainda enfiada nele, em caso de nós perdermos esta aqui.




Arrancar a adaga do ventre do dragão faz a coisa inteira derreter, deixando um esqueleto que sem dúvidas irá confundir alguns paleontólogos daqui a um bom tempo.



A adaga recuperada com êxito, Lara corre em direção à liberdade.

Com a Adaga de Xian seguramente armazenada em sua mochila, Lara sai rapidamente do templo, que está começando a desabar ao seu redor.



Você realmente não gostaria de olhar para trás, em uma passagem estreita, e ver isto vindo em sua direção.

Lara alcança a superfície no exato momento em que uma enorme explosão chacoalha o templo e a lança violentamente no ar.



Yahoooooooooo! Isso é ainda melhor que os trampolins.

Lara cai no chão e desmaia, enquanto a explosão contínua devasta os arredores.



Após uma soneca involuntária, Lara acorda e descobre que explodiu sem querer uma parte da Grande Muralha da China. Oh-oh, ainda existe bastante dela sobrando.

Com seu trabalho feito, Lara se dirige a sua casa.



Eeee este é o fim de Tomb Raider II. Quase.

Sunday, April 1, 2012

Floating Islands

Meus parabéns a Core Design por não optar por um nome de fase mais excêntrico; Floating Islands (Ilhas Flutuantes) é o nome dela e ilhas flutuantes é o que ela tem. Bem, isto e inimigos flutuantes, templos flutuantes e pedaços aleatórios de jade verde-neon flutuantes – na  verdade, a única coisa que não está agindo como se tivesse sido injetada com gás hélio superforte é a própria Lara.

Marco Bartoli superou Lara na busca pela Adaga de Xian, e tentou utilizar suas habilidades de transformar pessoas em dragões ao cravá-la em seu próprio coração. Ainda recusando-se a desistir, Lara segue o corpo dele, conforme os capangas de Marco o carregam para longe.



Após as emoções da última fase, o começo de Floating Islands parece estranhamente sereno, provavelmente porque esta é a primeira vez em um bom tempo que Lara é capaz de ficar em pé, parada, sem sujeitar-se a ira de vários instrumentos cheios de espinhos.



É claro, toda essa paz e tranquilidade não podem durar por muito tempo. Floating Islands é a fase que introduz os guerreiros voadores, verdadeiros brutamontes que carregam cada um uma espada do tamanho de um pequeno bote. Como se isto não fosse o suficiente, todos eles parecem estar usando algum tipo de calçado movido a foguetes (um artigo chinês bastante antigo, tenho certeza), e podem levantar voo quando bem quiserem. É relativamente fácil matá-los enquanto estão no ar, porque eles se movem bem lentamente, mas umas duas vezes eu não notei eles voando ao meu redor, e tive uma surpresa bastante desagradável quando eles decidiram usar Lara como uma pista de pouso.



Acredite em mim, você não quer um destes bad boys com você no chão. Sério, olha o tamanho desta espada.



Uma vez derrotados, os guerreiros viram estátuas e explodem, o que é uma pena, porque eu não teria achado ruim um par daquelas botas voadoras.



Por outro lado, os guerreiros voadores são iguais a morceguinhos irritantes, comparados ao seu primo mais numeroso, o lanceiro. O que eles não têm em habilidades de voo, eles compensam em quase todos os outros aspectos – e mais alguns. Eles são velozes, rápidos, e possuem uma predileção por empalar Lara em suas lanças, como se ela fosse um marshmallow.



Este é um lugar bem incrível, quando você chega nele; uma pontezinha linda em um cenário pitoresco, que leva a um grande templo que parece estar em chamas.



Ei, vejam, é uma tirolesa! Não vi uma destas por um bom tempo.



Um momento agradável dentro do templo é quando esta cortina se ergue, para revelar três lanceiros. Como se eles fossem um prêmio ou algo do tipo.



Eu amo esta foto. M16 versus Lanças!



Fogo: um material de construção perfeitamente viável.



Eventualmente, esta fase se enche de agir como se houvesse alguma chance dela querer que você escape vivo, e te joga em uma sala lotada até quase estourar com lanceiros e uma nova variedade dos capangas de Bartoli, que consegue atirar cursores facas, com uma precisão mortal.



Isto aconteceu com mais frequência do que eu gostaria de admitir. Repare como o Cara Atirador de Facas parece meio chateado com isso.



Lara faz uma pausa para saudar um dos atiradores de facas, ao explodi-lo em pedacinhos com uma de suas granadas.



Ela cede a outro guarda, em um animado jogo de peek-a-boo, entre os rounds. Pare de se confraternizar com o inimigo, Lara!



Retratado: um exagero.



E este é o fim de Floating Islands. Nós estamos nos aproximando do fim da jornada agora - só mais duas fasezinhas para passar.