Sobre o Blog

Examinando Pixels é a versão em português do blog Perusing Pixels, um diário fotográfico da jornada da jogadora Twin Pistols através da série de jogos Tomb Raider. Use os links à direita para encontrar um jogo ou fase em particular, ou veja abaixo o último post.

Siga @PerusingPixels no Twitter e/ou curta a página do Facebook para atualizações do blog original e outras coisas relacionadas a Tomb Raider.

Wednesday, January 4, 2012

Lara’s Home


“Bem vindo a minha casa. Eu o conduzirei em uma visita guiada.”

Ah, A Casa de Lara. Esta mansão ampla representa minha primeira experiência com Tomb Raider, e com jogos de video-game em geral. Enquanto os FMVs passavam e o círculo do menu carregava, meus primeiros pensamentos não eram sobre os gráficos ou a qualidade do som, como eles seriam agora; não, meu cérebro inocente de dez anos de idade estava simplesmente impressionado que você podia sair correndo pela casa dela. Eu não me dava conta de que este aspecto era algo relativamente exclusivo de Tomb Raider; eu pensava que você poderia fazer uma visita à casa de todos os personagens principais de video-games.

Então, A Casa de Lara. De acordo com a biografia de Lara (e eu me refiro à biografia original, não ao abastardamento da Crystal Dynamics), Lara reside em uma grande mansão de Estilo Tudor localizada em Surrey, na Inglaterra, a qual ela herdou de uma excêntrica tia, amante de cães da raça Corgi. Lara lhe convida para uma “visita guiada”, pela qual ela quer dizer que irá falar com você durante sua rotina habitual de exercícios, a qual envolve pular em colchões de queda, e saltar sobre caixotes. 



Nós começamos a “visita” na Biblioteca de Lara, com seu carpete medonho, onde Lara está contemplando a paisagem fora da janela. Não há muito a se fazer aqui exceto por maravilhar-se com a mobília 3D e fazer o seu caminho até a Sala de Música, uma grande sala com uma harpa, um piano e um colchão de quedas  (um dos instrumentos mais difíceis de se aprender). 



Episódios mais recentes na série Tomb Raider equiparam esta sala com uma TV e um sofá de aparência cara, mas lá em 1996, Lara fazia seu próprio divertimento, e lhe convida a se juntar a ela conforme ela pula ao redor de um colchão azul gigante.



Após pular ao redor da sala um pouquinho, você pode ir até o salão principal. “Perdoe-me pela bagunça,” Lara diz. “Eu irei pôr algumas coisas em armazenamento e os homens da remessa ainda não vieram. Então eu decidi deixar os caixotes espalhados desorganizadamente pelo assoalho, para fazer o meu caminho até a cozinha 10 minutos mais longo e só um pouquinho mais divertido.”
Aparentemente eles tinham carpete suficiente sobrando, após mobiliar a biblioteca, para poder infectar o salão com a sua glória embaralhadora-de-olhos. Havia carpete suficiente até mesmo para fazer um tapete!



Este é ginásio de Lara. As vendas do livro de memórias de viagens dela devem estar em baixa, porque Lara obviamente não está obtendo dinheiro suficiente para ser capaz de comprar equipamentos de ginástica que vão além de ‘caixotes com números’. Nós somos instruídos com as técnicas básicas de escalada; correr, pular, agarrar e, é claro, correr-pular-agarrar. 



Após completar um circuito ao redor do ginásio, você pode dar um mergulho na piscina interna de Lara, que é contemplada do alto pelo que parece ser uma estátua da Rainha Vitória. Eu me esqueci de dar uma olhada mais de perto na estátua, então eu simplesmente presumirei que é ela.

Sair da piscina induzirá Lara a declarar “É melhor eu tirar essas roupas molhadas!” Aqueles que se excitam com pixels cor-de-pele indistintos ficarão desapontados ao descobrir que Lara não cumpre essa promessa. Em vez disso, a tela escurece e nós somos levados de volta ao menu principal, para começar a aventura de verdade.

No comments:

Post a Comment