Sobre o Blog

Examinando Pixels é a versão em português do blog Perusing Pixels, um diário fotográfico da jornada da jogadora Twin Pistols através da série de jogos Tomb Raider. Use os links à direita para encontrar um jogo ou fase em particular, ou veja abaixo o último post.

Siga @PerusingPixels no Twitter e/ou curta a página no Facebook para atualizações do blog original e outras coisas relacionadas a Tomb Raider.

Saturday, December 23, 2017

Lud’s Gate


Eu não sei quem Lud é, exatamente, mas vamos todos supor que ele seja responsável pelo inferno sem igual que é o aterrorizante labirinto subaquático que aparece nesta fase, e desprezá-lo e odiá-lo conforme for apropriado. Falarei mais sobre esse assunto mais tarde, é claro, mas basta dizer que, se você amou o labirinto de símbolos aleatórios da última fase, então Lud’s Gate será como o Natal para você.

Tendo encontrado um caminho até o quartel general dos Damned, vítimas dos experimentos cosméticos fracassados de Sophia Leigh, Lara aceita recuperar um frasco de líquido de embalsamento do Museu de História Natural de Londres em troca da ajuda deles em encontrar a senhorita Leigh.


Nós começamos onde a cut-scene parou, em fronte ao trono improvisado do Homem Sem Cara.


Lara examina o receptáculo no qual ela terá que entregar o líquido de embalsamento, que foi prestativamente decorado com um tema egípcio. Eu presumo que, quando você é imortal, você tem um monte de tempo livre para experimentar a decoração de interiores.


Os Damned não são mais antagônicos em relação a Lara, e em grande parte a deixam em paz. Na verdade, nesta fase eles estão tão desinteressados por ela que fogem quando ela se aproxima. Pobre Lara. Até mesmo Saqueadores de Tumba precisam de um abraço de vez em quando.


Pelo menos este teto de espinhos irá tocá-la, Lara!... Ah espera, isto não é uma coisa boa.


Fugindo do teto de espinhos excessivamente afetuoso, Lara sobe uma escada ridiculamente comprida e eventualmente se vê no começo de um espaço de rastejar.


É como O Chamado, mas menos assustador, porque é a nossa doce e fofa Lara. Usando a sua trança para fazer um cosplay deste cara de Game of Thrones:

(Fonte da imagem: Por favor, notem que eu não sei se esse link contém spoilers, uma vez que eu não o li porque eu não quero spoilers).


No final do espaço de rastejar, Lara dá uma espiada e vê um guarda armado correndo repetidamente em direção a uma parede, porque aparentemente o Museu de História Natural não vê problema algum em contratar pessoas que não conseguem enxergar a diferença entre um espaço vazio e um objeto sólido, e então equipar esses empregados com armas letais.


Lara rapidamente se livra do guarda subqualificado e esgueira-se atrás de outro guarda, que está convenientemente hipnotizado por uma coisa giratória.


Para ser justa, ela é bastante fascinante. Porém, eu não faço ideia do que seja.


A próxima seção envolve escaladas em uma grande sala com temática egípcia e é, em sua maior parte, entediante para documentar. Havia um interruptor legal que parecia um faraó zangado fazendo “uuuh”, mas esta foi provavelmente a única coisa que merece ser mencionada.



Lara finalmente encontra o líquido de embalsamento, junto com um par de múmias em decomposição. Que pena, história, a necessidade dos homens Sem Cara é maior! Vejam, está em um pequeno frasco bonitinho com temática egípcia e tudo mais.


Tentando encontrar um caminho de volta para o covil dos Damned, Lara se vê no topo de uma esfinge. Agora, eu já visitei o Museu de História Natural várias vezes, tanto antes quanto depois de 1998, e eu nunca vi uma esfinge lá. Um incrível modelo em tamanho real de uma baleia azul, com certeza, mas nunca uma esfinge.


Uma vista da esfinge do andar-térreo.


Mais guardas armados impedem o progresso de Lara. Ao menos este aqui é competente o suficiente para estar voltado para a direção certa, mesmo que ele esteja apenas contemplando Lara de forma bastante indiferente, conforme ela atira umas rodadas nele.


Lara leva o frasco para os Damned e é grandemente recompensada...


... Sendo essencialmente jogada em um túnel. Eu diria que esta foi uma jogada babaca, mas todos nós sabemos o quanto que Lara ama cair em direção a sua provável morte, então, na verdade, foi bastante comovente da parte dos homens Sem Cara armar isto aqui. Que pena que o que poderia ter sido o início de um romance teve que ser interrompido, mas a frente e acima (em um sentido metafórico, uma vez que nós estamos obviamente apenas indo para baixo agora).


A queda de Lara é interrompida por uma piscina, onde mora algum tipo de abelha mecânica subaquática (na verdade é um Veículo de Propulsão Subaquática, que eu tenho certeza que são muito mais divertidos na vida real do que eles são neste jogo).


De volta à terra firme, e parece que as leis da física foram abandonadas durante a curta ausência de Lara.


Lara retorna à agua e quase que imediatamente se arrepende disto quando ela se depara com um labirinto subaquático, completo com um mergulhador afogado. Pior ainda, tem outro VPS, o qual, como um veículo, classifica-se um pouco abaixo de uma lesma narcoléptica*, em termos de velocidade e agilidade.


Também tem um crocodilo no labirinto subaquático. Lara não está impressionada...


... Até que ela percebe que um crocodilo sanguinário é uma opção de veículo ligeiramente melhor que o VPS, e decide pegar uma carona.


Após várias milhares de horas de tortura de labirinto aterrorizante, Lara encontra uma saída do labirinto e volta à terra.


A oferta da fase de um ‘objeto aleatório inidentificável que quer te matar’: As coisas oscilantes de metal.


Ainda extremamente furiosa por causa de todo aquele fiasco do labirinto subaquático, Lara canaliza a ira que todos nós estamos sentindo em violência física, e enfia a sua pistola diretamente através do tórax de um guarda. A estoica falta de reação dele sugere que ele entende.


Finalmente Lara consegue rastejar para longe deste lugar amaldiçoado e para dentro de uma cut-scene.


Toda cut-scene deveria começar com peixes.

Lara emerge do túnel e dentro de um escritório luxuosamente decorado, completo com aquários de peixes cintilantes.


Ela é saudada pela senhorita Sophia Leigh, que não parece muito surpresa com a entrada não convencional de Lara. “Ah, senhorita Croft. Eu presumo que você esteja pronta para inscrever-se?”


Lara está confusa. “Para o que?”


“Bem,” diz Sophia, “Para os meus livros. Você vê, com o seu estilo de vida você seria a campanha perfeita para os meus produtos. E pense só; você não precisaria mais dessas armas horríveis...”


“O QUE VOCÊ FALOU DE SHOOTY E BANGY, SUA VACA BOTOCADA?”, Respondeu Lara. Em sua cabeça. Sua educação de classe alta não permitiria a ela dizer isso em voz alta, é claro, então a sua resposta real é um pouco menos conflituosa:

“Não, mas eu provavelmente teria um rosto horrível, a julgar pelos seus últimos experimentos.”


Sophia faz a sua melhor expressão de EU ESTOU OFENDIDA.

“Meus o quê?!”


“Ah, sim,” Lara diz a ela. “Eles ainda estão todos vivos. Bastante vivos, na verdade.” Ela apanha o bastão de Sofia, que está na mesa. “Mas tudo o que eu quero é o artefato-”


Sophia rapidamente arranca o artefato das mãos de Lara. “Aham, certo,” ela zomba. “Na sua próxima vida.”

Algumas excelentes retrucadas brilhantes da rainha dos cosméticos aqui.


Lara saca as suas pistolas, conforme Sophia corre para longe. “Veremos.”


Aqui diz uma hora e meia, mas se esqueceram de adicionar os milênios que eu passei navegando aquele labirinto horrível.

A seguir: A batalha pelo Olho de Ísis.

*Nota: Narcolepsia é uma condição neurológica caracterizada por episódios irresistíveis de sono e em geral distúrbio do sono.